sexta-feira, 1 de outubro de 2021

Sileno diz que PSB vai liderar Frente Popular e que Geraldo não é o único nome

 

Em meio às especulações sobre o nome que vai liderar a Frente Popular na sucessão do governador Paulo Câmara (PSB), o presidente estadual do PSB, Sileno Guedes, afirma que o partido deve seguir liderando o projeto partidário, mesmo com a hipótese do secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Geraldo Julio (PSB), não ser o candidato da base governista. 

O dirigente enaltece as qualidades do ex-prefeito do Recife, tido nos bastidores como nome natural para a disputa, mas ressalta que ele não é o único quadro apto para a missão nas hostes socialistas. “É legítimo que o PSB continue liderando a Frente na sucessão de Paulo Câmara. Geraldo é um grande quadro do partido e muito nos orgulha tê-lo conosco, mas não é o único. 

O fato é que o PSB terá candidato a governador”, garantiu. Além de Geraldo Julio, os nomes dos secretários da Casa Civil, José Neto, e de Infraestrutura, Fernandha Batista, também são especulados para entrar na disputa. Recentemente, o presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira, e outras lideranças nacionais do partido fizeram um apelo para que Geraldo Julio reconsiderasse sua intenção de não disputar as eleições. 

A indefinição sobre a candidatura chegou a causar uma inquietação entre aliados, que começaram a defender uma postura mais clara da legenda. Nomes de outros partidos também passaram a se movimentar visando a possibilidade do PSB abrir mão da cabeça de chapa. Uma hipótese prontamente descartada pelos socialistas. 

O PSB vem liderando a Frente Popular desde a primeira eleição de Eduardo Campos em 2006 e, com a condução do governador Paulo Câmara, pretende continuar à frente desse processo, independentemente do nome a ser escolhido. E a sigla faz questão de deixar isso bem claro.

Com informações da Folha Política

Nenhum comentário:

Postar um comentário