segunda-feira, 25 de julho de 2022

Pesquisa Ipespe para presidente: Lula tem 44%; Bolsonaro, 35%; Ciro, 9%

 

Pesquisa XP/Ipespe divulgada nesta segunda-feira (25) mostra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) com 44% das intenções de voto na corrida pelo Palácio do Planalto. O presidente Jair Bolsonaro (PL) tem 35%. As eleições estão marcadas para 2 de outubro.

A seguir aparecem o ex-ministro Ciro Gomes (PDT), com 9%, e a senadora Simone Tebet (MDB), com 4%, e André Janones (Avante), com 2%.

Pablo Marçal (Pros) e Luiz Felipe d’Avila (Novo) tiveram 1%. Vera Lúcia (PSTU), Sofia Manzano (PCB), Luciano Bivar (União Brasil), Eymael (DC) e Leonardo Péricles (UP) foram citados, mas não chegaram a 1%.

Brancos, nulos ou que não votariam em nenhum dos candidatos somam 4%. Não sabem/não responderam representam 2% dos entrevistados.

Foram ouvidas 2.000 pessoas por telefone entre 20 e 22 de julho. A pesquisa, encomendada pela XP Investimentos, foi registrada na Justiça Eleitoral com o número BR-08220/2022. A margem de erro máximo estimada é de 2,2 pontos percentuais para mais ou para menos, com um intervalo de confiança de 95,45%.

Ou seja, se 100 pesquisas fossem realizadas, ao menos 95 apresentariam os mesmos resultados dentro desta margem.

Os percentuais que não totalizam 100% são decorrentes de arredondamento ou de múltiplas alternativas de resposta.

Confira os números abaixo.

Primeiro turno

Intenção de voto estimulada para presidente:

  • Lula (PT) – 44%
  • Jair Bolsonaro (PL) – 35%
  • Ciro Gomes (PDT) – 9%
  • Simone Tebet (MDB) – 4%
  • André Janones (Avante) – 2%
  • Pablo Marçal (Pros) – 1%
  • Felipe D’Ávila (Novo) – 1%
  • Vera Lúcia (PSTU) – 0%
  • Sofia Manzano (PCB) – 0%
  • Luciano Bivar (União Brasil) – 0%
  • Eymael (DC) – 0%
  • Leonardo Péricles (UP) – 0%
  • Branco/Nulo/Nenhum/Não iria votar – 4%
  • Não sabe/não respondeu– 2%

Segundo turno

Intenção de voto estimulada para presidente:

Cenário 1

  • Lula – 53%
  • Bolsonaro – 36%
  • Branco/Nulo/Não votaria/Indecisos – 11%

Cenário 2

  • Lula – 53%
  • Ciro Gomes – 29%
  • Branco/Nulo/Não votaria/Indecisos – 19%

Cenário 3

  • Lula – 55%
  • Tebet – 23%
  • Branco/Nulo/Não votaria/Indecisos – 22%

Cenário 4

  • Ciro Gomes – 46%
  • Bolsonaro – 41%
  • Branco/Nulo/Não votaria/Indecisos – 13%

Cenário 5

  • Bolsonaro – 41%
  • Tebet – 39%
  • Branco/Nulo/Não votaria/Indecisos – 21

CNN realizará o primeiro debate presidencial de 2022. O confronto entre os candidatos será transmitido ao vivo em 6 de agosto, pela TV e por nossas plataformas digitais.

CNN BRasil - Publicado por Marcelo Tuvuca 

Em Jataúba, grupo liderado pela prefeita Dra. Cátia recebe adesões importantes no fim de semana

 

Na noite desse Sábado (23), a prefeita Drª Cátia Ribeiro, seu marido Boy, vereadores e secretários, participaram da reunião da Associação da Passagem do Tó. Drª Cátia costumeiramente comparece a essas reuniões, e além de ouvir a população sobre suas demandas, a gestora usa o espaço para trazer a público as ações desenvolvidas pela prefeitura.
Fato surpreendente durante a noite, foi a declaração do ex-vice prefeito e vereador, Zezé Jorge, antigo aliado da atual oposição, Zezé se pronunciou publicamente afirmando que "toda a sua família apoia totalmente a Drª Cátia e seu grupo político". 

Também neste final de semana, declaram apoio a prefeita Dra. Cátia Ribeiro e ao grupo de situação no município, Adalto que é o atual presidente da Associação da Passagem do Tó, além de Edinho, uma conhecida liderança da comunidade do Enxotado que politicamente sempre teve a sua história ligada ao atual grupo de oposição no município.
Essas adesões consolidam ainda mais a posição ocupada pelo grupo e confere força já para as eleições deste ano, que prometem ser "um termômetro" de como anda a política em todo o município.

ASCOM - Prefeita Drª Cátia Ribeiro


Presidente do TJPE assume o Governo de Pernambuco

 

Luiz Carlos de Barros Figueirêdo, presidente do Tribunal de Justiça de Pernambuco, será governador de Pernambuco de quarta-feira até domingo, em função da viagem de Paulo Câmara à Portugal para prestigiar a inauguração do Instituto Pernambuco Porto, na Cidade do Porto, na quinta-feira. A transmissão do cargo ocorrerá na quarta-feira, à noite, antes do embarque. As informações são do blog de Roberta Jungmann

Figueirêdo é o terceiro na linha de sucessão e assume o Palácio do Campo das Princesas porque a vice-governadora, Luciana Santos, está impendida de assumir. Ela é pré-candidata à reeleição, assim como o deputado Eriberto Medeiros, presidente da Assembleia Legislativa, o segundo na linha sucessória. Desta forma, Figueirêdo se tornará chefe do executivo por cinco dias.

Informações Blog do Magno Martins


Programa Pernambuco que Alimenta realiza entrega de kits em Jataúba

 

A estratégia de combate à insegurança alimentar e nutricional promovida pelo Estado, chegou a Jataúba, e iniciou a distribuição de 281 kits compostos por alimentos oriundos da Agricultura Familiar. A prefeita Drª Cátia Ribeiro e sua equipe de governo, receberam Hélida Campos, secretária executiva de assistência social do Estado, além de vereadores e líderes comunitários representando os diversos pontos do município.

A ocasião foi brindada com execução de boa música e a apresentação de danças culturais promovidas pelo grupo Jataúba. Duá Siqueira, secretário de Agricultura e Meio Ambiente parabenizou a iniciativa e ressaltou a importância da Agricultura Familiar na promoção de programas como esse. O presidente da Câmara e Vereadores, Chico de Irineu ao falar em nome de seus colegas parlamentares, parabenizou o Estado e a Prefeitura por irem em busca de formas dignas de promover a segurança alimentar e nutricional. O vereador Furibinha e o ex-vereador Veinho também fizeram uso da palavra, destacando a diferença que esse programa fará na vida de muitas famílias jataubenses.

O vice-prefeito Fábio Mamão falou de sua felicidade ao ver tantas famílias sendo beneficiadas e a efetividade de todos os programas que tem sido desenvolvidos pela gestão da qual orgulhosamente faz parte.

Representante da Escola de Referência em Ensino Médio José Lopes de Siqueira, a professora Rosimere Cecília teceu elogios e observações de grande pertinência sobre o programa, e enalteceu a iniciativa que beneficia diretamente os mais carentes que são assistidos pelos programas desenvolvidos pela gestão municipal.

Nessa primeira etapa, a entrega foi realizada para famílias da cidade, do Riacho do Meio, Enxotado e do Assentamento Jerimum. Nesse Sábado, 23 de Julho, a equipe da Assistência Social se dividiu por toda a zona rural do município e realizou a entrega dos kits para as famílias atendidas pela pasta, e selecionadas de acordo com os critérios empregados pelo programa do Estado.

A gestão trabalha incansavelmente para promover a igualdade de oportunidades e alcançar o desenvolvimento sustentável de nossas comunidades, sejam elas na cidade ou nos lugares mais afastados do município. 

ASCOM - Prefeitura de Jataúba/PE


Priscila é anunciada como vice de Raquel

 

Em live no Instagram, neste momento, a pré-candidata do PSDB ao Governo de Pernambuco, Raquel Lyra, acaba de anunciar a deputada estadual Priscila Krause (Cidadania) como a pré-candidata à vice-governadora da sua chapa.

Raquel havia anunciado uma coletiva para hoje, às 16h, na sede da Associação Comercial de Pernambuco (ACP), mas acabou realizando o anuncio através de uma live em frente à associação, no Marco Zero do Recife.

Informações Magno Martins Ítala Alves

quinta-feira, 21 de julho de 2022

Prefeita Dra. Cátia Ribeiro participa de ato em apoio a Lula em Garanhuns

 

A perfeita da cidade de Jataúba Agreste de Pernambuco Dra. Cátia Ribeiro (Republicanos) esteve nesta quarta-feira 20 participando de um ato de apoio a pré-candidatura de Lula na cidade de Garanhuns também no Agreste, o ato contou com lideranças políticas de todo o estado e teve como foco além de apresentar oficialmente aos pernambucanos a chapa oficial Lula e Alckmin que irá disputar a presidência da república, ratificar o apoio do petista as candidaturas de Danilo Cabral e Luciana Santos como pré-candidatos a governador e vice respectivamente, bem como o nome de Tereza Leitão que irá concorrer a uma cadeira no senado.

A prefeita esteve acompanhada de algumas lideranças políticas, vereadores, secretários e correligionários que reforçaram o apoio ao presidenciável. No último sábado dia 16 a gestora já havia ratificado o seu apoio ao deputado federal Eduardo Dafonte (PP). No início do mês de agosto em um evento na cidade de Jataúba o atual grupo de situação liderado pelo empresário Boy Ribeiro e pela prefeita Dra. Cátia irá apresentar todos os candidatos que serão apoiados pelo grupo nas eleições de 2022.

O evento já conta com as presenças confirmadas dos pré-candidatos Danilo Cabral, Luciana Santos, Tereza Leitão, Eduardo Dafonte, Diogo Moraes, dentre outras autoridades do estado e da Região.

Informações ASCOM – Prefeita Dra. Cátia Ribeiro


Convenções em Pernambuco serão concentradas entre 30 e 31 de julho

No dia 30 ocorrem duas convenções. A dá ex-prefeita Raquel Lyra (PSDB). No mesmo dia também ocorre a do Psol, que tem como pré-candidato a governador, João Arnaldo. Já o domingo, dia 31, vai ter a realização de três convenções.

As datas das convenções em Pernambuco estão praticamente definidas pelos pré-candidatos ao governo de Pernambuco. Os dias 30 e 31 desse mês estão reservados para a maioria dos eventos, que oficializam os candidatos também a vice, senado e deputados estaduais e federais.

No dia 30 ocorrem duas convenções. A dá ex-prefeita Raquel Lyra (PSDB) será realizada no Clube Português. Começa pela manhã e deve se estender na parte da tarde. No mesmo dia também ocorre a do Psol, que tem como pré-candidato a governador, João Arnaldo. O local ainda não foi definido.

Já o domingo, dia 31, vai ter a realização de três convenções. A do PL, que tem chapa encabeçada pelo pré-candidato Anderson Ferreira será no Clube Português e está prevista para começar a partir de 10h. No mesmo dia, também acontece a do pré-candidato do União Brasil, Miguel Coelho. O evento está marcado para ter início a partir de 14h e será no Clube Internacional. Líder das pesquisas divulgadas até agora, Marília Arraes também deve realizar a convenção no dia 31. O evento está previsto para começar a partir de 14h na casa de shows Classic Hall.

Já a Frente Popular, que tem o nome de Danilo Cabral, decidiu reservar para o dia 5 de agosto, última data para as convenções para oficializar o nome do socialista como candidato ao governo.

Blog Mário Flávio

Paulo, Danilo e João são vaiados em atos da Pré-campanha de Lula em Pernambuco

 

No primeiro ato de pré-campanha em Pernambuco, o ex-presidente Lula (PT) enfrentou saia-justa ao presenciar vaias a nomes aliados do PSB, partido de seu vice, Geraldo Alckmin.

O governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB) e o prefeito de Recife, João Campos (PSB), foram hostilizados. O deputado Danilo Cabral, pré-candidato ao governo, foi rejeitado por apoiadores da deputada Marília Arraes (Solidariedade), adversária dele na disputa.

Cabral minimizou as vaias e disse que o ato de hoje serve também para “defender o direto ao diferente, à liberdade das pessoas”, mas alfinetou a opositora ao final.

“Aqui não tem ajuntamento de projetos pessoais e de ressentidos. Aqui tem um projeto político, aqui tem um time que tá entrando em campo e tem uma história. Aprendi na política que as pessoas têm que ter lado, têm que saber o lado certo da história”, disse.

A militância petista pró-Marília compareceu ao evento de Garanhuns mesmo sem a presença da pré-candidata. Segundo aliados da deputada, avaliação é de que evitar confronto agora pode lhe render um gesto de aproximação de Lula durante o período oficial de campanha.

Dirigentes petistas no estado informaram à reportagem que não houve orientação para impedir a entrada de apoiadores da deputada nem coibir manifestações em favor dela.

A vereadora Fany Bernal, no entanto, acusou o PT de barrá-la na área reservada a políticos e parlamentares por ser apoiadora de Marília Arraes. Ela foi expulsa do PT recentemente num movimento para estancar a dissidência petista em apoio a Arraes.

“Acredito que as pessoas que se acham donas de Lula, dos eventos que Lula acabaram esquecendo que essa guerra contra o bolsonarismo é de todos”, disse.

A pré-candidata ao Senado, Teresa Leitão, cometeu uma gafe ao saudar a vereadora Marília Ferro (PT), parte de um mandato coletivo com Bernal, que ficou de fora do evento. “Marília A…” disse, antes de se corrigir.

Marília tem causado desconforto no PSB por já ter furado bloqueio de outros eventos e posado para fotos com o ex-presidente. Primeira colocada nas pesquisas, Marília Arraes deixou o PT e migrou para o Solidariedade, após acusar o então partido de usá-la como massa de manobra ao indicá-la ao Senado sem seu consentimento.

Informações CNN Brasil


Marília diz que o PSB submete Lula a grande constrangimento

 

Nota oficial

A pré-candidata ao Governo de Pernambuco, Marília Arraes, por meio de sua assessoria, informa que não vai comentar os fatos que aconteceram hoje em Garanhuns. Os fatos e o apelo popular por seu nome durante o evento da Frente Popular, na cidade, falam por si. A pré-candidata, entretanto, “lamenta que o PSB submeta o presidente Lula a tamanho constrangimento em Pernambuco”.

Marilia Arraes – deputada federal e pré-candidata ao Governo do Estado pelo Solidariedade.


Lula não deve regressar a Pernambuco durante campanha eleitoral

 

Depois de adiar por duas vezes sua presença em Pernambuco, o ex-presidente Lula deve voltar a São Paulo, hoje, profundamente arrependido pelas cenas de constrangimento que enfrentou, ontem, em Caetés, Garanhuns e Serra Talhada, atendendo a convite do PSB para tentar encher o esvaziado balão do pré-candidato socialista ao Governo do Estado, Danilo Cabral.

Em solo pernambucano, ao lado do pré-candidato do acordo forçado com o PSB, Danilo Cabral, e não a candidata do seu coração, a ex-petista Marília Arraes, Lula ouviu, impaciente, sonoras vaias de militantes do PT, o seu partido, dirigidas a todas as lideranças do PSB, do governador Paulo Câmara, o mais xingado, ao Coronel Danulo, com discurso interrompido a todo instante pelos apupos de uma plateia gritando, em alto e bom som, o nome de Marília.

Antes de regressar, entretanto, terá que se submeter a outro vexame: um ato fechado, logo mais, no Classic Hall, no Recife, encerrando sua agenda no Estado. Se o verdadeiro militante do PT e de Lula tiver orgulho de sua história, que se preparem para vaias estrondosas em dois personagens que estão marcados para sempre como seus algozes: o candidato a governador, Danilo Cabral, e o prefeito infante-viajante do Recife, João Campos.

Ambos por desfaçatez vergonhosa. Danilo foi quem ajudou a selar o golpe contra a presidente Dilma Rousseff ao votar a favor do Impeachment. A crueldade dele não teve limites. Fez questão de deixar o cargo de secretário de Estado, reassumir o mandato de deputado federal só para cravar suas digitais contra Dilma, com direito a discurso voraz anti-PT.

O infante, não menos cruel, há dois anos, numa campanha sórdida e sem escrúpulos políticos, acusou os petistas de corruptos e anunciou publicamente o que vem cumprindo até o presente momento: “Na minha gestão jamais governarei com petistas”. O prefeito não quer papo com a turma de Humberto Costa e Oscar Barreto e se nega a qualquer acordo com ambos na gestão municipal. Segundo soube, a quem o questiona sobre uma possível aliança administrativa, ele responde, na bucha: “Não vou sujar as minhas mãos com essa gente”.

Ao contrário da generosidade da cúpula, em função de um arranjo eleitoral, tanto Danilo como o prefeito do Recife são intragáveis na mente e no coração dos militantes petistas. E não há sinalização de Lula que possa mudar esse quadro. O próprio candidato a presidente já reconheceu a interlocutores seus que vai cumprir o acordo com o PSB, mas que as condições políticas e eleitorais de Danilo não têm mais chances de reversão. No segundo turno serenos todos Marília”, chegou a dizer o próprio Lula.

Sem surpresas – Da chegada ao aeroporto, quando se viu um Lula carrancudo, aos atos de rua, em ambientes fechados, o PSB tirou o ex-presidente do sério. Mas ele não se surpreendeu, porque já havia sido advertido pela equipe precursora que enviou a Garanhuns, Caetés e Serra Talhada que estaria em má-companhia. Até o prefeito anfitrião, Sivaldo Albino (PSB), de Garanhuns, foi “homenageado” com vaias que pareciam não ter fim. Os vídeos logo viralizaram pelas redes sociais. Por culpa do PSB, Lula pagou um grande mico.

Rato de porão – Coube, entretanto, ao pré-candidato do PL ao Governo do Estado, Anderson Ferreira, disparar o maior de todos os petardos da oposição em direção a Lula. “Lula só vem a Pernambuco às vésperas de uma eleição. O presidente Jair Bolsonaro tem vindo a Pernambuco com frequência, e por aqui ele entra e sai de cabeça erguida, no meio do povo e não como um rato de porão”, afirmou.

Herança maldita – Anderson disse lamentar a irresponsabilidade das gestões petistas, em alusão aos escândalos na Petrobras que levaram o Porto de Suape a desativar diversos empreendimentos, entre eles, o estaleiro. “Espero que esse cenário de corrupção e incertezas não volte a assolar o povo brasileiro. Lula é um atraso que caminha ao lado do PSB, que em Pernambuco deixa uma herança maldita de desemprego, violência e pobreza”, desabafou.

Transposição – E foi mais além: “Lula ajudou a afundar Pernambuco e tenho reafirmado isso mediante fatos incontestáveis. Hoje, a realidade em nosso estado é outra e se chama Jair Bolsonaro (PL), o presidente responsável pela criação do Auxílio Brasil no valor de R$ 600 e que esteve na linha de frente para ajudar a população brasileira durante a pandemia”, afirmou o liberal, ao acrescentar que “coube a Bolsonaro tirar a transposição do estado de abandono, concluir a obra e levar água para o semiárido nordestino”.

A cereja do bolo – No Agreste, por onde Lula deu o start da agenda vexaminosa em Pernambuco, Teresa Leitão, pré-candidata ao Senado pelo PT, foi protagonista do maior de todos os deslizes. Ao discursar, por pouco não citou o nome de Marília Arraes, a pré-candidata do Solidariedade ao Senado, ao saudar outra Marília, uma vereadora. Seu discurso foi tão fraco que acabou sendo visto como a cereja do bolo num ato falho que puxou o grito de liberdade da militância em torno de Marília Arraes.

CURTAS

CORONEL – Já em Serra Talhada, ao lado da prefeita Márcia Conrado (PT), eleita pelo ex-prefeito Luciano Duque, que migrou do PT para o Solidariedade em apoio à Marília, Teresa Leitão (PT) chamou o ex-petista de coronel. “Em terra de Maria Bonita, coronel não se cria”, afirmou, referindo-se a Duque. 

BANANA – Em seu discurso, em Garanhuns, Lula aconselhou o povo a usar o Auxílio Brasil, que subiu de R$ 400 para R$ 600. “Gastem e depois deem uma banana pra eles”, afirmou, num recado ao presidente Bolsonaro, com quem polariza a campanha presidencial.

Informações Magno Martins / Edição: Ítala Alves


terça-feira, 19 de julho de 2022

Sem apoios, Ciro oficializa lançamento da candidatura

 

Primeiro presidenciável que lançará oficialmente a candidatura ao Planalto, amanhã, na convenção do PDT, o ex-governador Ciro Gomes enfrenta dificuldades em consolidar apoio à sua chapa. O partido dele ainda não fechou alianças nacionais e compôs escassos acordos estaduais.

Com esse panorama, Ciro corre o risco de repetir 2018 e ter de contar com uma chapa puro-sangue. Para tentar evitar a repetição de cenário, a legenda não deve anunciar o vice na convenção partidária, nesta quarta, em Brasília. A estratégia é segurar a decisão até o último dia da janela das convenções, 5 de agosto, com o objetivo de buscar outras legendas até lá.

Mesmo sendo o mais forte candidato da terceira via, ocupando, consistentemente, o terceiro lugar nas pesquisas de intenção de voto — atrás do líder, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), e do segundo colocado, Jair Bolsonaro (PL) —, Ciro não conseguiu articular um rol de alianças nacionais ao redor de seu nome. Com a queda gradual das candidaturas alternativas à polarização, principalmente do ex-ministro Sergio Moro (União Brasil) e do ex-governador João Doria (PSDB), as uniões nesse sentido gravitaram para o MDB da pré-candidata Simone Tebet.
 
A esta altura da corrida eleitoral, os grandes partidos já estão com posição definida: ou têm nome próprio ao Planalto, caso do União Brasil, com Luciano Bivar; ou compõem alianças, como o PSDB; ou deixam claro que os acordos serão negociados apenas no âmbito estadual, a exemplo do PSD. Portanto, resta ao PDT buscar siglas menores ou que venham a desistir de suas candidaturas.

Caso haja uma chapa puro-sangue, duas mulheres do partido são cotadas: a senadora Leila Barros (DF) e a ex-reitora da Universidade de São Paulo (USP) Suely Vilela. Leila, porém, já anunciou que concorrerá ao governo do Distrito Federal. Ontem, nas redes sociais, ela lançou um financiamento coletivo para sua candidatura. "Se você quer ver o DF vencer, estamos no mesmo time! E como um time, precisamos estar juntos para vencermos esse jogo", postou a parlamentar.

Um dos motivos para a falta de uma aliança ampla é o próprio posicionamento de Ciro. Em entrevista ao jornal SBT News em 6 de julho, o ex-governador afirmou que a situação "é um problema, certamente, mas é um problema que é uma opção minha". "(...) Eu não quero ser candidato para repetir o modelo econômico nem o modelo de governança política", acrescentou, na ocasião.

Ciro disse também na entrevista que alguns partidos ainda estudam apoiá-lo. "Eles querem ver até a última hora qual é a condição de viabilização da minha candidatura, o que eu considero normal. Mas eu estou pronto para disputar, se necessário, apenas com as forças do meu partido", enfatizou.

A convenção nacional do PDT prevê a formação de alianças como um dos tópicos de discussão. O encontro ocorrerá a partir das 15h, na sede do partido, na capital federal, com participação presencial e remota.

Alianças locais
 
Já no âmbito estadual, o PDT tem apenas três pré-candidaturas competitivas ao cargo de governador: no Ceará, no Rio de Janeiro e no Maranhão. No reduto de Ciro Gomes, o nome do partido à cadeira só foi definido ontem, a menos de uma semana da convenção local. O ex-prefeito de Fortaleza Roberto Cláudio foi escolhido durante votação na sede cearense da legenda, com a presença do presidente da sigla, Carlos Lupi, e de dirigentes locais. Ciro não compareceu.

A indefinição foi causada pela aliança local entre PDT e PT, que já dura 16 anos. As duas legendas acordaram que a chapa seria encabeçada pelos pedetistas, mas havia discordância sobre qual nome seria indicado.

Uma ala do PDT próxima a Ciro defendia o ex-prefeito de Fortaleza Roberto Cláudio. Por outro lado, o PT defendia a reeleição da atual governadora, Izolda Cela, e ameaçava romper a aliança de 16 anos, caso Cláudio fosse o escolhido.

Informações Diário de Pernambuco


Marília Arraes recebe apoio de Merson Vasconcelos, prefeito de Poção

 

A pré-candidata ao Governo de Pernambuco, Marília Arraes, recebeu o apoio de mais um importante prefeito pernambucano: Merson Vasconcelos, prefeito de Poção.


Durante o encontro, que também teve a participação de André de Paula, pré-candidato ao Senado, Merson foi enfático sobre a esperança que o povo de Pernambuco deposita em Marília. "Os pernambucanos enxergam na neta de Arraes o sentimento de mudança. Marília é guerreira e será a nossa governadora a partir do ano que vem", afirma.


Informações Blog do Alberes Xavier


Lula cumpre agenda no Agreste, Sertão e no Recife a partir de quarta-feira

O ex-presidente e pré-candidato à presidência da República, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), estará em Pernambuco, esta semana, acompanhado do ex-governador de São Paulo e pré-candidato a vice-presidente na sua chapa, Geraldo Alckmin (PSB), para encontros com movimentos populares e atos públicos. Lula passará por Serra Talhada, Garanhuns e Recife.

Na quarta-feira (20), o ex-presidente participa de ato público em Garanhuns, no fim da manhã. Ele deve fazer uma visita à réplica da casa onde viveu, no município de Caetés, que foi emancipada há poucos anos e antes fazia parte de Garanhuns. No mesmo dia, em Serra Talhada, Lula participa de um ato público no fim da tarde.

Informações Blog do César Mello


 

quarta-feira, 13 de julho de 2022

Câmara conclui aprovação da PEC dos Benefícios; texto segue para promulgação

 

O plenário da Câmara dos Deputados aprovou, no início da noite desta quarta-feira (13), o texto-base da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) dos Benefícios em segundo turno.

O texto-base foi aprovado por 469 votos a favor, 17 contra e 2 abstenções. Eram necessários 308 votos favoráveis para a aprovação.

Apesar das críticas à PEC, lideranças de partidos de oposição, como PT, Rede, PCdoB e PSB, orientaram que seus deputados votassem a favor da proposta. O único partido a orientar os respectivos deputados contra a proposta foi o Novo.

Agora os deputados federais vão analisar destaques apresentados pela oposição, que são uma última tentativa de fazer mudanças à proposta. Oposicionistas querem retirar o estado de emergência do texto e tornar o aumento de R$ 200 do Auxílio Brasil permanente – a previsão é que a ajuda chegue a R$ 600.

Após a análise dos destaques pela Câmara, o Congresso encerrou a tramitação da PEC e a proposta já pode ser promulgada. A expectativa é que a promulgação aconteça nesta sexta-feira (15).

O texto-base da PEC havia sido aprovado no primeiro turno por 393 a favor, 14 contra e nenhuma abstenção na noite desta terça (12). Os destaques do primeiro turno – todos rejeitados – acabaram sendo analisados somente nesta quarta devido à suspensão da sessão ontem pelo presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), por problemas técnicos no sistema remoto de votação dos deputados.

Após reclamações da oposição, Lira iniciou uma nova sessão na manhã desta quarta. No entanto, ao contrário do dia anterior, permitiu que os deputados registrassem presença de forma remota, sem estarem em Brasília. Isso porque muitos parlamentares já haviam viajado para os respectivos estados.

A oposição afirmou que a mudança foi uma manobra de Lira para que o governo garantisse quórum em prol da aprovação da PEC. Lira classificou a falha técnica de “ocorrência grave e sem precedentes”.

O rito da PEC dos Benefícios foi acelerado quando a proposta chegou à Câmara, após ser aprovada no Senado, inclusive com a realização de sessão de um minuto no plenário, o que motivou diversas críticas da oposição.

Antes de chegar ao plenário da Câmara, por exemplo, o texto foi anexado à PEC dos Biocombustíveis na comissão especial dessa última proposta, conforme vontade dos governistas. Isso permitiu que a PEC dos Benefícios não tivesse que cumprir todas as etapas pelas quais uma proposta deste tipo costuma passar.

A PEC dos Biocombustíveis, incorporada à PEC dos Benefícios, tinha como foco estabelecer uma vantagem competitiva nos preços dos biocombustíveis em relação aos preços de combustíveis fósseis para os consumidores finais.

Para tanto, prevê que o diferencial competitivo será garantido pela manutenção da diferença entre as alíquotas aplicáveis a cada combustível fóssil e aos biocombustíveis que sejam seus substitutos. As duas PECs foram incorporadas em um único texto na comissão especial.

O governo estava com pressa para aprovar a PEC dos Benefícios por ter objetivo de pagar os benefícios turbinados a partir do início de agosto. O fato de a medida acontecer a três meses das eleições é criticado pela oposição.

O impacto dos recursos para bancarem as iniciativas é estimado em R$ 41,25 bilhões, que ficarão de fora do teto de gastos da União.

Entenda o que diz a PEC aprovada pelo Congresso

1 – Aumenta em R$ 200 o benefício do Auxílio Brasil entre 1º de agosto e 31 de dezembro de 2022. Portanto, o valor do auxílio deve passar de R$ 400 para R$ 600 neste período.

A previsão é que a medida custe R$ 26 bilhões até o final do ano. A intenção do governo é usar esse montante ainda para zerar a atual fila de beneficiários, estimada em quase 1,6 milhões de famílias.

2 – Aumenta o valor do vale-gás para que seja pago o equivalente a um botijão a cada dois meses, o que deve possibilitar que o auxílio chegue a cerca de R$ 120. Oficialmente, será dado um valor que corresponde a mais 50% da média do preço nacional de referência do botijão de 13 kg do gás de cozinha (o gás liquefeito de petróleo).

A medida será válida entre 1º de julho e 31 de dezembro de 2022. O valor estimado da medida é de até R$ 1,05 bilhão.

3 – Cria um auxílio de R$ 1 mil para os transportadores autônomos de carga que estavam cadastrados no Registro Nacional de Transportadores Rodoviários de Cargas até 31 de maio de 2022, o que deve atingir caminhoneiros, majoritariamente. O auxílio será concedido entre 1º de julho e 31 de dezembro de 2022. O impacto é estimado em R$ 5,4 bilhões.

4 – Cria um auxílio a motoristas de táxi profissionais registrados, de valor ainda a ser definido. A verba total para esse auxílio será de R$ 2 bilhões. O cálculo de quanto cada taxista receberá e a quantidade de parcelas pagas deverão ser regulamentados pelo Executivo, considerando o número de beneficiários habilitados.

O benefício será concedido entre 1º de julho e 31 de dezembro de 2022. Para recebê-lo, os taxistas precisarão apresentar documento de permissão para prestação do serviço emitido pelo poder público municipal ou distrital. Serão beneficiados os profissionais registrados até 31 de maio deste ano.

5 – Concede assistência de R$ 2,5 bilhões até 31 de dezembro de 2022 para auxiliar o custeio do direito da gratuidade aos idosos no transporte público coletivo urbano, semiurbano e metropolitano prevista no Estatuto do Idoso. O montante será repassado à União, a estados, ao Distrito Federal e a municípios.

6 – Concede auxílio no valor total de R$ 3,8 bilhões somente aos estados e ao Distrito Federal que outorgarem créditos tributários do ICMS, imposto sobre mercadorias e produtos, aos produtores ou distribuidores de etanol hidratado em seu território, em montante equivalente ao valor recebido.

O objetivo é reduzir a carga tributária da cadeia produtiva do etanol hidratado, de modo a manter um diferencial competitivo em relação à gasolina. A proposta permite que, até 31 de dezembro de 2022, a alíquota de tributos incidentes sobre a gasolina poderá ser zerada, desde que a alíquota do mesmo tributo incidente sobre o etanol hidratado também seja zerada. A ajuda será dada em cinco parcelas mensais de até R$ 760 milhões cada, de agosto a dezembro de 2022.

7 – Concede suplementação orçamentária de R$ 500 milhões ao Programa Alimenta Brasil.

A PEC dos Benefícios também prevê o reconhecimento do estado de emergência em 2022 no país. A medida busca resguardar o governo federal contra eventuais acusações de ter desrespeitado a lei eleitoral.

Isso porque a legislação eleitoral proíbe a distribuição gratuita de bens, valores ou benefícios por parte da administração pública, exceto nos casos de calamidade pública, de estado de emergência ou de programas sociais já em execução no ano anterior à eleição.

Informações CNN Brasil


Chefe do Cartório Eleitoral de Brejo e Jataúba, esclarece fatos importantes para as Eleições de 2022

 


Informações Blog Estação Notícias

Anvisa libera CoronaVac para crianças de 3 a 5 anos

 

Em decisão unânime, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou, nesta quarta-feira (13), a aplicação da vacina CoronaVac em crianças de 3 a 5 anos. 

A deliberação ocorreu após análise de pedido do Instituto Butantan para liberação do imunizante contra a Covid-19 para crianças dessa faixa etária. Com a aprovação, a vacina pode ser aplicada em crianças a partir de 3 anos, mas não as que tem baixa imunidade.

Desde janeiro de 2021, a CoronaVac estava autorizada no país para uso emergencial, mas, somente em janeiro de 2022, a Anvisa liberou a ampliação do imunizante para crianças e adolescentes de 6 a 17 anos.

Informações Diário de Pernambuco

Danilo também encontra Lula e Alckmin em Brasília

 

O pré-candidato a governador pelo PSB, Danilo Cabral, também encontrou-se, hoje, com o ex-presidente Lula, em Brasília, onde o petista passou o dia conversando com deputados e deputadas da sua base. 

Quem também participou do encontro foi o ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, que concorrerá a vice-presidente na chapa de Lula.

Informações Blog do Magno Martins

Marília Arraes e Lula se encontram em Brasília

Lula e Marília Arraes estiveram juntos, hoje, em Brasília, com Geraldo Alckmin, respectivamente, pré-candidatos a presidente e vice-presidente. O encontro aconteceu em Brasília, onde o presidenciável participou de um evento que reuniu parlamentares aliados de todo o país. 

Sempre presente nas campanhas de Marilia, Lula fez questão de abraçar e saudar a pré-candidata, com quem conversou sobre o momento político e posou para fotos.

Informações Blog do Magno Martins

 

segunda-feira, 11 de julho de 2022

Marília tem 30,7%, Raquel 15,6%, Anderson 13%, Miguel 12,5% e Danilo 7,5%, aponta Paraná Pesquisas

 

A pesquisa eleitoral divulgada nesta segunda-feira (10) pelo Instituto Paraná Pesquisas mostra a intenção de voto para o Governo de Pernambuco. Marília Arraes (SD) chegou aos 30 pontos percentuais, marca inédita para a eleição deste ano.

Segundo o levantamento, divulgado no Estado com exclusividade pelo Blog de Jamildo, a deputada federal possui quase o dobro de intenção de voto de Raquel Lyra (PSDB), que está em segundo lugar. A tucana perdeu dez pontos percentuais desde a entrada de Marília na corrida pelo Governo de Pernambuco.

A ex-prefeita de Caruaru é seguida de perto, num empate técnico, por Anderson Ferreira (PL) e Miguel Coelho (UB). Ambos oscilaram, dentro da margem de erro, em comparação à última pesquisa eleitoral do Paraná Pesquisas em Pernambuco.

Danilo Cabral (PSB), pré-candidato governista, também oscilou, ficando em quinto lugar na disputa. João Arnaldo (PSOL) e Jones Manoel (PCB) ficaram empatados, com menos de um ponto percentual cada. Veja o ranking:

Marília Arraes (SD): 30,7%

Raquel Lyra (PSDB): 15,6%

Anderson Ferreira (PL): 13%

Miguel Coelho (UB): 12,5%

Danilo Cabral (PSB): 7,5%

Jones Manoel (PCB): 0,6%

João Arnaldo (PSOL): 0,6%

Não sabe ou não respondeu: 7,2%

Brancos e nulos: 12,3%

O instituto divulgou a primeira parte da pesquisa eleitoral no último sábado (9).

Como a coluna adiantou, já foi publicada a intenção de voto para a Presidência da República em Pernambuco, além da avaliação do presidente Jair Bolsonaro (PL).

A pesquisa eleitoral do Instituto Paraná Pesquisas em Pernambuco ouviu, através de entrevistas pessoais, 1.510 eleitores, entre os dias 4 e 8 de julho deste ano.

“Tal amostra representativa do Estado de Pernambuco atinge um nível de confiança de 95,0% para uma margem estimada de erro de aproximadamente 2,6 pontos percentuais para os resultados gerais”, anuncia o Paraná Pesquisas.

Informações Blog do Jamildo 


“Bandido não tem que estar no meio da população, tem que estar preso”, diz promotor de Justiça do Brejo da Madre de Deus

Dr. Antônio Rolemberg, promotor de justiça de Brejo da Madre de Deus, concedeu entrevista ao programa Cidade em Foco, da Rede Pernambuco de Radios. O representante do Ministério Público (MPPE) na cidade falou sobre as demandas no município e comentou a cassação do mandato do vereador Flávio Diniz (PSD).


“O vereador Flávio é uma pessoa com quem eu tenho uma relação ótima. Ele, como presidente da Câmara, foi recebido várias vezes por mim. É uma pessoa de um trato muito bom comigo. Como qualquer promotor, no Brejo não é diferente: escreveu não leu, a lei tem que ser aplicada”, falou.


O vereador Flávio Diniz teve seu mandato cassado pelo Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE). O TRE-PE considerou que houve, por parte dele, a prática de captação ilícita de votos. Além da cassação, Flavio Diniz foi declarado inelegível por 8 anos depois do pleito municipal, e ainda foi multado no valor total de R$10.640,00.


Conforme consta no processo, o parlamentar teria realizado diversos torneios esportivos, com doações de brindes, entrega de uniformes e quantias em dinheiro para os envolvidos. O nome do vereador estaria estampado em um cheque que foi entregue ao campeão do evento.


Quando perguntado como está sendo as demandas na cidade do Brejo, Rolemberg foi enfático ao responder. “Trabalho para a população. Tem muita coisa para fazer pela população e contra os bandidos, mas a gente está prendendo. Quando eles dão mole a gente prende porque bandido não tem que estar no meio da população, tem que estar preso”, afirmou o promotor do MPPE.


Informações Blog do Alberes Xavier




Tragédia - Acidente de trânsito deixa recém-nascido e mais 7 mortos em rodovia

 

Foto: Reprodução Heitor Pires

Acidente envolvendo três veículos no município de Floriano, 245km ao Sul de Teresina (PI), deixou oito mortos, entre eles um recém-nascido, e outros cinco feridos. A colisão ocorreu no sábado (9) e quase todas as vítimas morreram carbonizadas por não conseguirem sair dos carros. As informações são do G1.

Segundo a Polícia Militar, o primeiro carro teria batido em um animal e entrado na pista contrária, quando acertou o segundo veículo. O terceiro carro não conseguiu desviar e também bateu nos demais. Dois dos veículos pegaram fogo e outro caiu em uma ribanceira próxima à pista.

De acordo com informações do corpo de bombeiros fornecidas ao G1, sete pessoas morreram carbonizadas e uma foi encontrada morta no meio da estrada, pois provavelmente teria sido lançada do carro após o acidente.

As vítimas foram identificadas como Doraci Pereira da Silva, Jaqueline da Silva Santana, Jorgina da Silva Santana, Milena Rodrigues, Rafael dos Santos, Haroldo Carvalho da Silva, Francidalva Ferreira, além do bebê recém-nascido, que tinha acabado de deixar o hospital.

Informações Diário de Pernambuco