segunda-feira, 11 de julho de 2022

“Bandido não tem que estar no meio da população, tem que estar preso”, diz promotor de Justiça do Brejo da Madre de Deus

Dr. Antônio Rolemberg, promotor de justiça de Brejo da Madre de Deus, concedeu entrevista ao programa Cidade em Foco, da Rede Pernambuco de Radios. O representante do Ministério Público (MPPE) na cidade falou sobre as demandas no município e comentou a cassação do mandato do vereador Flávio Diniz (PSD).


“O vereador Flávio é uma pessoa com quem eu tenho uma relação ótima. Ele, como presidente da Câmara, foi recebido várias vezes por mim. É uma pessoa de um trato muito bom comigo. Como qualquer promotor, no Brejo não é diferente: escreveu não leu, a lei tem que ser aplicada”, falou.


O vereador Flávio Diniz teve seu mandato cassado pelo Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE). O TRE-PE considerou que houve, por parte dele, a prática de captação ilícita de votos. Além da cassação, Flavio Diniz foi declarado inelegível por 8 anos depois do pleito municipal, e ainda foi multado no valor total de R$10.640,00.


Conforme consta no processo, o parlamentar teria realizado diversos torneios esportivos, com doações de brindes, entrega de uniformes e quantias em dinheiro para os envolvidos. O nome do vereador estaria estampado em um cheque que foi entregue ao campeão do evento.


Quando perguntado como está sendo as demandas na cidade do Brejo, Rolemberg foi enfático ao responder. “Trabalho para a população. Tem muita coisa para fazer pela população e contra os bandidos, mas a gente está prendendo. Quando eles dão mole a gente prende porque bandido não tem que estar no meio da população, tem que estar preso”, afirmou o promotor do MPPE.


Informações Blog do Alberes Xavier




Nenhum comentário:

Postar um comentário